No penúltimo dia de São Paulo Fashion Week N47, resolvi destacar os desfiles: Cotton Project, Apartamento 03 e Ronaldo Fraga

A Cotton Project apresentou sua coleção Contra, inspirados pelos movimentos de contracultura do surf e escalada nas montanhas. Esses esportes dão a ideia da busca de um estilo de vida libertário. 

A coleção de clima retrô trouxe roupas de outono/inverno com casacos lindos, boinas, estampa xadrez e conjuntos de veludo. 

Confira a seleção de looks e detalhes:

 

Num mundo de telas e filtros, a Apartamento 03 pede a “mulher natural” em seu Paraíso Artificial

No meio das cores fortes, há lilás e amarelo claros. 

Destaque para os ternos coloridos. 

Confira a seleção de looks e detalhes:

 

Ronaldo Fraga se inspirou nos painéis de Guerra e Paz, obras de Candido Portinari, para criar sua coleção Verão 2020. 

Um dos painéis representa a guerra com a mortalidade infantil e opressão dos políticos, e o outro, a paz com crianças e música. 

Os capacetes usados pelos modelos foram criados por Marcos Costa e possuem adornos diferentes cheios de referências. 

O desfile tratou das armas, do genocídio da população negra, da perseguição à população LGBTQ, das florestas e populações indígenas. O adereço da pomba da paz parece tentar furar o capacete. 

Há estampa dos painéis de Guerra e Paz, balas, estilhaços, índios, Marielle Franco, além de técnicas de patchwork, crochê, madeira, linho, seda, algodão e paetê de plástico. 

Confira a seleção de looks e detalhes: 

 

Fonte: FFW.