Spread the love

Daniel Roseberry criou uma coleção nostálgica, intitulada The Matador, para a alta-costura Outono 2021 da Schiaparelli.

“É assumidamente emocional, esta coleção, tão vertiginosa quanto se apaixonar. É também uma homenagem ao romance, aos excessos, aos sonhos, porque sério, existe algo mais urgente hoje do que sonhar grande? Do que sonhar com um mundo melhor?”, declarou Roseberry sobre a coleção de alta-costura Outono 2021 da Schiaparelli.

Para essa temporada, o diretor criativo da Maison uniu a alta-costura clássica com seus detalhes e volumes com seus surrealismos.

De acordo com Roseberry, a coleção teria sido concebida em três partes.

O ponto de partida para essa primeira parte da coleção de alta-costura Outono 2021 da Schiaparelli teria sido uma descoberta de amostras da década de 1930 da casa Lesage.

Fiquei muito emocionada ao ver um vestido/casaco com um bordado de flores que remete à coleção de 1937 da Schiaparelli com o artista Jean Cocteau.

Havia, ainda, uma jaqueta jeans branca inspirada no matador, com uma vibe espanhola, de mangas bordadas em seda preta.

Sucessos da temporada passada, formas do corpo humano e membros reproduzidos nas joias, bolsas e bordados estavam presentes na segunda parte da coleção.

Trata-se de uma mistura entre metal e tecido.

Um par de pulmões humanos mergulhados em ouro foram usados sobre um vestido preto de crepe.

Lábios e olhos de cerâmica foram pintados à mão inspirados em Giacometti, com muitos bordados dourados em jeans vintage Levi’s, com uma inspiração rococó.

O vestido de coluna preto com busto em formato de lábio de cetim laranja foi inspirado no sofá Mae West de Salvador Dalí.

Além disso, vieram mangas curvas, abdômen, narizes e pedaços de couro dourado moldando as costas.

“Adorei a irreverência e fazer essa temporada com os bordados o que fizemos na temporada passada com as joias”, declarou Roseberry.

Não faltaram a fita métrica e o pink, que, ao lado do Surrealismo, são clássicos de Schiaparelli.

A cor foi celebrada na terceira parte da coleção, além de muitos volumes.

Rosa de seda rosa no centro de um vestido preto de veludo, vestido de veludo de seda com seios semicônicos e um leque de peau de soie azul.

“Espero que esta coleção lembre a todos que a encontrarem do puro deleite que a moda pode nos trazer em tempos difíceis e, com ela, a promessa de mais alegria quando as nuvens de afastarem”, concluiu.

Confira a seleção de looks:

Gostou do post? Compartilhe-o!

Siga-me no instagram: @passarelando

Acompanhe minha página no Facebook: Passarelando

Acompanhe-me no Youtube

Site | + posts

Bacharela em Direito e apaixonada por moda. Criadora do Passarelando. Escrevo sobre moda, história e arte, além de tendências, dicas, looks de Tapete Vermelho, inspirações para looks do dia e o melhor das Semanas de Moda Nacionais e Internacionais.