De acordo com o diretor criativo da Gucci, Alessandro Michele, a coleção Resort 2020 da Maison é “um hino à liberdade”. 

Com o gosto pela mistura do presente com o passado, Alessandro Michele escolheu os Museus Capilotinos em Roma como cenário do desfile de Resort 2020 da Gucci. Os modelos desfilaram nos salões de baile. 

Havia uma liberdade, uma mistura de Túnicas romanas antigas, togas, hábitos de freiras e de estampas de Mickey Mouse. 

Além disso, o desfile trata de igualdade de gênero. Há homens de saia e de maquiagem, apoiando a liberdade na maneira de se vestir. 

Algumas peças traziam o slogan “Meu corpo, minha escolha”, enquanto outras mostravam a data “22 de maio de 1978”, quando o aborto foi legalizado na Itália, ou foram bordados órgãos reprodutivos femininos.

“As notícias que li recentemente no jornal me fizeram refletir sobre o fato de que as mulheres devem ser respeitadas. Elas devem ser consideradas como alguns homens se consideram ”, disse Michele sobre os acontecimentos nos EUA com leis anti-aborto e ondas populistas na Itália. “Elas devem ser livres para escolher o que querem. Terminar a gravidez não vai arrancar a flor que é encontrada no útero de todas as mulheres. As escolhas são por vezes difíceis na vida. É a escolha mais difícil para uma mulher e eu respeito essa escolha. ”

Quanto ao estilo, as roupas têm um ar da década de 70, que tem tudo a ver com liberdade. 

Os casacos e coletes eram de peles fake, usados com capas dramáticas ou coloridos e brilhantes com lingerie. 

Os vestidos para à noite tinham drapeados ou bordados. 

Meia-calça de renda colorida e meias altas foram usadas com sandálias, peep toes, botinhas e tênis. 

Confira a seleção de looks:

 

Fontes: British Vogue e WWD.