Spread the love

Na última quarta-feira, 17/11, aconteceu o segundo dia de São Paulo Fashion Week(SPFW) N52 com nove apresentações incríveis.

Confira a seguir todos os desfiles do segundo dia de SPFW N52:

Projeto Cria Costura

O segundo dia de SPFW N52 começou com apresentação do Projeto Cria Costura, que é uma ação da parceria da Prefeitura de São Paulo, São Paulo Fashion Week e do Instituto In-Mod.

O Projeto oferece capacitação profissional às costureiras da Cidade Tiradentes. Durante dois meses, os participantes foram orientados pelo estilista Jefferson de Assis.

“A potência criativa que temos nas periferias é gigante. Nosso prefeito consegue ter um olhar social e humano em todos os projetos e a São Paulo Fashion Week está transbordando isso. Está fazendo com que a cidade de São Paulo consiga ser uma janela positiva ao mundo”, declarou Aline Torres, Secretária da Cultura.

As peças foram produzidas de modo consciente, pensando na diminuição da quantidade de resíduo têxtil e as modelos foram as próprias costureiras.

Confira:

Ronaldo Fraga

Ronaldo Fraga apresentou sua coleção “Entre Tramas e Beijos” em um fashion film, que foi uma homenagem ao handmade e às técnicas têxteis.

“Reforço o papel da roupa e tecidos como manto de sustentação na construção de personagens diários e como molduras na parede da memória de cada um”, declarou Fraga. “Reforço o papel da roupa e tecidos como manto de sustentação na construção de personagens diários e como molduras na parede da memória de cada um. A cultura de um lugar se manifesta na forma como as pessoas moram, comem, festejam e, principalmente, no que elas vestem. E a soma de tudo isso se chama vida”.

Tear como ponto chave de relações comerciais, pessoais e afetivas.

O jacquard brasileiro veio forte, uma parceria com a empresa Reunaux View. Além disso, chamaram a atenção as estampas florais.

Havia vestidos, ternos, capas e casacos com muito mix de estampas.

Destaque para os modelos de todas as idades, inclusive o brusquense Walter Orthmann de 99 anos.

Confira:

À La Garçonne

Fábio Souza e Alexandre Herchcovitch se inspiraram em filmes de terror para criar a coleção de Inverno 2022.

Os anos 1970 vieram com tudo, tanto nas estampas de O Exorcista (1973), quanto nas modelagens.

Amei o mix de estampas simples do xadrez com as listras e de materiais com renda.

Destaque, ainda, para o patchwork de estampa floral, que trouxe leveza às produções.

O upcycling também estava presente com “peças workwear francesas dos anos 1920”. De acordo com a marca, são utilizados estoques parados e roupas usadas, foram usados quase nada de água nos processos e há um cuidado para minimizar o lixo produzido.

Confira:

Torinno

A Torinno de Luis Fiod estreou sua linha feminina.

Para a coleção, Fiod se inspirou no clima de cidades à beira-mar. “Imaginei um verão noturno e urbano, um clima tropical sob o ar-condicionado. Tem praia, mas é uma praia à noite”, declarou o estilista.

O estilo esportivo predominou com náilon, malha, jeans e algodão, ao lado de um estilo mais luxuoso com seda e couro. De acordo com Fiod, seriam “peças de streetwear com acabamento e conceito de design de moda contemporâneo de qualidade”.

A paleta de cores foi variada com tons mais neutros ao lado de amarelo, azul, verde e lilás.

As correntes foram desenvolvidas pela Torinno para a Puma e os sapatos, em parceria com a Santa Lolla.

Confira:

Anacê

Ao contrário da última temporada, a Anacê trouxe muito mais sensualidade em sua coleção Uma noite e meia.

As peças eram mais clean, atemporais e sem distinção de gênero.

Confira:

Mnisis

O segundo dia de SPFW N52 foi marcado pela estreia da Mnisis, com uma coleção intitulada Bololo.

A cartela de cores era vibrante e as composições tinham muita textura e recortes estratégicos.

As peças eram chiques e divertidas ao mesmo tempo.

Confira:

Aluf

A coleção da Aluf era super feminina, delicada e orgânica.

Estampas florais sofisticadas apareceram nas peças.

Confira:

Modem

A linha masculina foi introduzida oficialmente na nova coleção da Modem.

As roupas tinham um design mais clean, com detalhes interessantes como botões e recortes estratégicos e muita alfaiataria com linhas retas.

Vários tons de verde, vinho, bege, além de preto e branco, fizeram parte da cartela de cores.

Confira:

Lilly Sarti

O desfile da coleção de inverno 2022, além de ter encerrado o segundo dia da SPFW N52, marcou os 15 anos da Lilly Sarti.

Para isso, várias personalidades desfilaram como Mônica Martelli, Maju Trindade, Isabella Fiorentino e Barbara Migliori.

A estética era bem psicodélica e boêmia, que são características marcantes da grife, com vestidos fluidos, conjuntos e jaquetas.

Além das modelagens, a década de 1970 também aparece na cartela de cores com tons metálicos e de terra.

Havia algumas pitadas de anos 1980 com mangas bufantes.

Os jacquards também chamaram a atenção e foram feitos com garrafas PET recicladas.

Confira:

Fotos Zé Takahashi.

Gostou do post? Compartilhe-o!

Siga-me no instagram: @passarelando

Acompanhe minha página no Facebook: Passarelando

Acompanhe-me no Youtube

Site | + posts

Bacharela em Direito e apaixonada por moda. Criadora do Passarelando. Escrevo sobre moda, história e arte, além de tendências, dicas, looks de Tapete Vermelho, inspirações para looks do dia e o melhor das Semanas de Moda Nacionais e Internacionais.