Spread the love

Na última quinta-feira, 20/11, aconteceu o quinto dia de São Paulo Fashion Week (SPFW) N52 com catorze apresentações incríveis.

Confira a seguir todos os desfiles do quinto dia de SPFW N52:

Esfér

Após um fashion film super artístico na última temporada, a marca de acessórios Esfér estreou na passarela da SPFW.

A ideia para essa coleção veio do conceito matemático de Mobius, que seriam formas geométricas em que não seria possível definir início ou fim.

Os looks totalmente pretos e clean possibilitaram deixar as joias em destaque.

As roupas também foram desenvolvidas pela Esfér, mas não serão comercializadas.

Confira:

Baska

No quinto dia de SPFW N52 aconteceu a estreia da Baska, marca de Carlinhos Maia.

A coleção chamada Essencial totalmente monocromática foi assinada por Dudu Farias.

As peças eram fáceis de usar e casuais como jaquetas, camisas e moletons.

O destaque ficou para a pluralidade de corpos na passarela.

Confira:

Az Marias

Az Marias também trouxe a diversidade em sua estreia na SPFW.

A marca buscou referências da década de 1970 e inspiração em Lélia Gonzalez, que foi pioneira nos estudos sobre Cultura Negra no Brasil.

Enfeites como franjas ou tramas adornavam as roupas.

As peças foram feitas com resíduos têxteis.

Havia detalhes utilitários como vários bolsos em náilon colorido, além de leggings e brilho.

Confira:

Mile Lab

A coleção Fluxo Milenar da Mile Lab era toda em preto e branco.

“Os rostos cobertos com camisetas são um escudo para nos proteger do que eles mais querem: usurpar quem somos. A camiseta amarrada no rosto representa a perspectiva da pretitude do nosso povo”, declarou Milena Lima no final do desfile, fala emblemática no Dia da Consciência Negra.

O afrofuturismo foi o tema, celebrando a existência de corpos pretos, além disso, o desfile foi marcado pelo funk como fundamento de arte e resistência de corpos marginalizados.

Alguns modelos vieram com os rostos cobertos com camisetas e outros com óculos de sol espelhados.

Confira:

Silvério

Silvério trouxe o perdão e processo de cura pelos pontos de vista jurídico, filosófico e religioso.

Havia peças com referências às roupas dos sacerdotes.

Cartela de cores era mais neutra em vermelho e cinza, além de preto e branco.

Confira:

Corcel

A Corcel é a primeira marca de calçados a desfilar na SPFW.

A marca fez uma parceria com a italiana Vibram, que é referência em solados.

O rock foi a grande inspiração e, além de sapatos, foi apresentada a nova linha de roupa em couro.

Confira:

Fauve

O nome Fauve foi inspirado no Fauvismo, movimento artístico do início do século XX que utilizava a cor pura, sem misturas.

Em sua estreia na SPFW, a Fauve de Clara Pasqualini apresentou a coleção intitulada Il Giardino di Adelaide (“O Jardim de Adelaide”).

A inspiração foram memórias da estilista de um pé de pitanga no quintal de sua avó paterna.

Confira:

Angela Brito

Angela Brito olhou para a sua própria história para criar sua mais recente coleção. Isso aconteceu porque, por conta da pandemia, a estilista passou meses com a família em Cabo Verde, sua cidade natal.

Algumas das fotos tiradas por seu pai, apaixonado por fotografia, viraram estampas e decoradas de forma que parecessem joias.

Além disso, ela também usou ideias e peças do acervo e trouxe muita alfaiataria com sobreposições, amarrações e assimetrias.

Os acessórios eram de garimpos de joias.

Confira:

Lucas Leão

A coleção Erebus de Lucas Leão foi realizada ao vivo com realidade aumentada.

O estilista sempre busca inovar, aliando roupas e tecnologia.

Havia muitas texturas com plumas, franjas, rendas 3D, além de estampas digitais.

Confira:

Depedro

O sonho de Marcus Figueirêdo, diretor criativo da Depedro, era “levar a arte e a moda do Seridó, do sertão e do Rio Grande do Norte para as passarelas do mundo”.

Em seu fashion film, que marcou a estreia da marca na SPFW, foi celebrada a força das mulheres artesãs.

Havia estampas de Nossa Senhora Aparecida e o Coração de Jesus, crochês e rendas.

Confira:

Apartamento 03

A Apartamento 03 apresentou na SPFW a coleção intitulada Cura. “Cura foi criada não como uma afirmação, mas como um convite para sairmos do breu e do medo que vivemos nos últimos anos”, declarou o diretor criativo Luiz Cláudio Silva.

Havia uma super conexão com a natureza com o trabalho do artista Labo Young, que transformou plantas e folhas em acessórios, tops e máscaras. Além disso, peças com palha também estavam presentes.

Palha, tons neon de rosa e verde, vermelho, azul marinho e off-while formaram a cartela de cores da coleção.

Camilla de Lucas encerrou o desfile com um look de palha.

Confira:

Bispo dos Anjos

A Bispo dos Anjos de Hudson Bispo dos Anjos apresentou sua coleção Paramento Affair, que “revela um desejo de retorno ao afeto, de procura pelo belo, de busca por novos rumos, expectativas e liberdades após tantas restrições na pandemia”.

As peças foram feitas com reaproveitamento de tecidos e resíduos têxteis, além da utilização de upcycling. Foram usados tule, bordados, cetins, tafetás e jacquards, além de rendas originais do século XIX e tecidos dos anos 1950, 1960 e 1980.

Havia mangas bufantes, laços, babados com inspiração em peças da Era Vitoriana, Romantismo e Barroco com toques fetichistas.

Confira:

Renata Buzzo

Renata Buzzo apresentou na SPFW N52 o fashion film Bryophyta Criptógama, com referências a musgos liquens e fungos.

Inspirada por essas plantas, a estilista criou looks com texturas e volumes.

A cartela de cores é natural com tons terrosos, verde e nude.

Confira:

Isaac Silva

Isaac Silva encerrou o quinto dia de SPFW N52 com a coleção Cores da Bahia.

O estilista se inspirou na Bahia, “pois sua exuberância é múltipla, diversa, sedutora e encantadora, como um convite constante à celebração da vida. A grande inspiração é o Sol que está presente o ano todo e os elementos como o búzio, quiabo, alho e as cores que são as dessa Bahia que eu e minha equipe tanto acreditamos.”

Em sua segunda collab com a Havaianas, as peças eram super coloridas e confortáveis como shorts, camisetas, camisas, saias com babados e sungas.

Confira:

Fotos Zé Takahashi.

Gostou do post? Compartilhe-o!

Siga-me no instagram: @passarelando

Acompanhe minha página no Facebook: Passarelando

Acompanhe-me no Youtube

Site | + posts

Bacharela em Direito e apaixonada por moda. Criadora do Passarelando. Escrevo sobre moda, história e arte, além de tendências, dicas, looks de Tapete Vermelho, inspirações para looks do dia e o melhor das Semanas de Moda Nacionais e Internacionais.