A coleção de alta-costura da Armani Privé foi uma homenagem ao diretor italiano Bernardo Bertolucci, que faleceu em novembro. 

O filme “O Conformista”, de Bernardo Bertolucci, inspirou peças como os casacos ajustados com destaque para os ombros, vestidos tomara-que-caia bordados de micro-lantejoulas.  

Há, ainda, uma influência oriental com estampas de cerejeira e quimonos. 

Após o primeiro look, um terno prateado com estampa Art Déco, as cores azul e vermelho dominaram o desfile. 

Tule com cristais, looks feitos totalmente com lantejoulas, laços, franjas, plumas e flores em 3D realçaram as silhuetas. 

Além disso, um material muito usado foi a laca, presente na Art Déco

Os chapéus cloche de contas usados pelas modelos nos remetem aos anos 1920, a Era do Jazz. 

Ao final do desfile, looks pretos e a noiva Armani Privé, que foi quase totalmente coberta por um véu branco. 

Confira a seleção de looks:

 

Fontes: Vogue Runway e Zimbio.