Para criar a coleção de Outono 2019 da Louis Vuitton, Nicolas Ghesquière teve em mente Centro Georges Pompidou, com uma grande praça que ele descreveu como “caldeirão” de diferentes tribos, onde cada um pode ser o que quiser. 

“Aquele lugar misturava pessoas de moda com dançarinas de rua com góticos com ex-punks com pessoas do museu, que podiam ser bastante excêntricas. É essa multidão”, declarou Ghesquière

Assim, a ideia para essa coleção da Louis Vuitton, que tinha toques futuristas da década de 80, era criar várias “tribos”. 

O local do desfile tinha vários andaimes de metal e detalhes internos pintados em cores fortes. 

Botas sem salto ou Oxford de sola grossa com pegada masculina foram os estilos de sapato utilizados por Ghesquière

Além disso, havia mosaico de texturas e de estampas, enfeites punk e babados emoldurados. 

Tinha um pouco de tudo como alfaiataria mais folgada, jaqueta com estampa floral acolchoada, coletes grandes até meio Western e saias de couro. 

Confira a seleção de looks:

 

Confira aqui mais desfiles da Louis Vuitton

 

Fontes: Vogue e British Vogue.