Spread the love

No dia 14/9, foram relevados virtualmente os vencedores do CFDA Fashion Awards, premiação da comunidade internacional da moda.

O CFDA Fashion Awards ocorreria em Junho, na New York Public Library, mas teve que ser adiado por conta da pandemia do coronavírus.

Na categoria American Designer of the Year, na categoria de Womenswear, a vencedora foi Gabriela Hearst e na de Menswear, Kerby Jean-Raymond da Pyer Moss.

Vale destacar que desde o ano de 2014 que um estilista negro não vencia a categoria de roupa masculina.

Telfar Clemens for Telfar levou a melhor como American Accessories Designer of the Year.

Como American Emerging Designer of the Year, Christopher John Rogers foi o grande vencedor.

Pierpaolo Piccioli da Valentino venceu na categoria Global Women’s Designer of the Year, enquanto Kim Jones da Dior, brilhou na categoria Global Men’s Designer of the Year.

O CFDA, em comunicado, observou que os vencedores deste ano representam “o grupo mais diversificado de destinatários nos 39 anos de história dos prêmios”. Trata-se de uma continuação do movimento do CFDA de se tornar mais diversificado por meio de parcerias com o Black in Fashion Council, Bethann Hardison, Harlem’s Fashion Row e a nomeação de CaSandra Diggs como presidente, trabalhando ao lado de Tom Ford e do CEO Steven Kolb.

Além disso, destaque para esse novo elenco homenageado que celebra designers que desafiam o sistema atual. Kerby Jean-Raymond, da Pyer Moss, apresenta apenas um desfile por ano, enquanto Telfar Clemens também possui uma programação própria, com formatos inovadores que mostram seus designs unissex.

A estilista Gabriela Hearst, preocupada com o meio ambiente, fez compensação de carbono em uma exposição recente e prometeu apresentar suas futuras coleções em Paris para reduzir o frete de suas amostras.

Que muitos designers possam ser inspirados por essas novas práticas de consumo!