A ideia da Fendi para esta coleção era tratar materiais que não são pele de maneira que parecessem peles verdadeiras.

Tiras estreitas de chiffon desgastadas e costuradas intimamente, lantejoulas densamente costuradas e estrategicamente posicionadas, organza plissada, foram alguns dos artifícios usados.

O foco era na exceção como vestidos com crochê delicado e rendas finas, ao invés de casacos pesados.

Para o tapete vermelho, Karl Lagerfeld e Silvia Venturini Fendi mostraram tecidos delicados e transparentes usados sobre macacões de lantejoulas.

Infelizmente a Fendi não fez como Gucci, Michael Kors e Versace, que ano passado anunciaram que não usariam mais pele verdadeira em suas roupas.

“Não estamos nos distanciando da pele. Estamos oferencendo uma escolha aos clientes. Existem aqueles que não se importam, e há outros que querem comprar algo além de pele“, afirmou o diretor executivo da Fendi, Serge Brunschwig.

Confira nossa seleção de looks:

 

Fontes: Vogue Runway, WWD e NowFashion.

 

 

Gostou? Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as novidades!