Spread the love

A coleção de alta-costura Primavera 2022 da Dior é uma homenagem às relações humanas com os objetos feitos à mão.

“O ponto central é o espaço, o ateliê, onde todas as pessoas trabalham juntas. Acho que estamos muito conscientes hoje da importância dessa conexão. A realidade é que somos uma grande comunidade”, declarou Maria Grazia Chiuri sobre a coleção de alta-costura Primavera 2022 da Dior, que teve o bordado como destaque.

Confesso que foi um pouco estranho o fato de a coleção ter sido sobre o bordado e ver a grande maioria das peças lisas, sem adornos aparentes. O objetivo de Chiuri foi mostrar o bordado tridimensional que não só embeleza a peça, como fornece estrutura ao tecido.

Havia saia longa bordada com uma camisa de organza de seda transparente, collants de acrobata com bordado e vestidos de noite com bordado em tule, além de casacos de cashmere e capas elegantes em conjuntos de blazer e calça.

Lamê prateado e o tecido pregueado realçavam os movimentos do corpo.

Destaque para os sapatos que eram repletos de bordados, quase como uma releitura dos sapatos do século XVIII.

A paleta de cores foi sóbria em tons de preto, branco, off-white e cinza Dior.

O cenário em si também era digno de alta-costura. Maria Grazia Chiuri reuniu Madhvi e Manu Parekh, dois grandes artistas indianos contemporâneos, para criar tapeçarias. Elas foram feitas à mão pela escola de artesanato indiana Chanakya, onde 380 artesãos levaram 280 mil horas para bordar tudo.

Confira a seleção de looks:

Gostou do post? Compartilhe-o!

Siga-me no instagram: @passarelando

Acompanhe minha página no Facebook: Passarelando

Acompanhe-me no Youtube

Site | + posts

Bacharela em Direito e apaixonada por moda. Criadora do Passarelando. Escrevo sobre moda, história e arte, além de tendências, dicas, looks de Tapete Vermelho, inspirações para looks do dia e o melhor das Semanas de Moda Nacionais e Internacionais.