Spread the love

O segundo dia de desfiles da São Paulo Fashion Week N48 foi super agitado, mas trarei apenas detalhes dos desfiles: Reinaldo Lourenço, Fabiana Milazzo, Lilly Sarti e Bobstore. 

 

Bobstore

Para o Inverno 2020 da Bobstore, o estilista André Boffano, inspirou-se nos trabalhos e no estilo de vida das artistas Hilma af Klint, Emma Kunz e Agnes Martin. Isso trouxe silhuetas longilíneas, modelagens amplas e estampas abstratas. 

A assimetria foi ponto chave desta coleção da Bobstore, além de sobreposições de tecidos fluidos e pesados como tricô com alfaiataria e seda com couro. Além disso, vieram recortes assimétricos e casacos amplos e texturizados em composições monocromáticas. 

A cartela de cores trouxe tons avermelhados, terrosos e azul e verde. Para mim, a mistura de cores como preto e azul, tons de verde, bordô e terracota, foram a melhor parte do desfile! 

Confira a seleção de looks:

Reinaldo Lourenço

Reinaldo Lourenço trouxe referências românticas da monarquia, alfaiataria e movimentos contemporâneos. 

“Nesta coleção quis ressaltar este contraponto entre o peso e a leveza”, disse Reinaldo. O peso vem da era vitoriana e do estilo punk com as taxas, as botas pesadas e o couro. As camisolas soltas, os babados em camisas e vestidos, mangas bufantes (que estão super em alta) e a estampa floral, até mesmo o dark floral, trouxeram a leveza. 

Há ilhoses aplicados nas peças que remetem a um cinto ou a um corset. 

Além dos toques metalizados, tivemos preto, rosa, azul e vermelho na cartela de cores. 

Para balancear a coleção, veio a alfaiataria, inclusive um look trouxe uma saia de pregas sobre a calça. 

Uma outra tendência que veio no desfile é a tornozeleira sobre as calças. 

Confira a seleção de looks:

Fabiana Milazzo

Fabiana Milazzo trouxe o clima de “Casa no Campo” para sua coleção de Inverno 2020. A estilista, que tem uma fazenda em Uberlândia, colocou o clima bucólico e romântico em suas peças com transparências, estampas florais, tecidos leves e esvoaçantes.

No meio do desfile, destacaram-se os ternos e vestidos de cetim de seda pink e amarelo. 

A cintura foi bem marcada com um cinto grosso verde. 

A cartela de cores veio com beges e toques de pink, roxo e verde. 

Para a trilha sonora, a modelo e cantora Barbara Fialho cantou a música que inspirou a coleção. 

Confira a seleção de looks:

Lilly Sarti

As irmãs Lilly e Renata Sarti trouxeram o DNA da marca, o estilo glam dos anos 70 para o Inverno 2020.

Tivemos calça bufante de paetês com recorte vazado, poncho com estampa militar e camisas com babados. 

Minhas composições preferidas foram as pink monocromáticas e o pink com estampa militar. 

Destaques para os looks com paetês e brilhos, que vieram em peso. 

Confira a seleção de looks: