“Vai ser verão, então eu disse: “Vamos encarar o boho dentro da Chloé“, declarou a diretora criativa da Chloé, Natacha Ramsay-Levi, que criou uma coleção com uma visão moderna do estilo hippie. 

“Para mim, é essa ideia de hippie, pessoas que reinventaram, reiniciaram uma espécie de vida, e que têm uma sensualidade, um senso de natureza e modernismo. Porque, quero dizer, estamos em 2018. Ele está tirando os instintos da vida simples, das coisas prosaicas e tentando torná-los moda”, disse Ramsay-Levi. 

Do estilo boho tinha estampa Ikat, tecido jacquard e blusas leves. Tecidos fluidos amarrados sob arreios cintos de corda de seda torcida. No geral, os looks eram usados com sandálias com fivelas grossas. 

A coleção foi dividida em seções. Na seção “Caravan” os vestidos eram fluidos e chiques, havia tons de nude e estampa de lenço com padrões vintage.”Ibiza”, a segunda parte, há um trabalho artesanal das roupas, favorecendo tecidos como tapeçarias de tapete artesanais, mantendo formas e camadas simples, franjas, malhas nervuras e pretas suaves, além de renda.

O desfile foi encerrado com estilo Grécia clássica com vestidos plissados, arreios de guerreiros com grandes pedras, inspirados por Medéia, filme dirigido por Pier Paolo Pasolini. 

Quanto aos acessórios, a joalheria era artesanal com vários anéis e brincos esculpidos, braçadeiras grossas. 

Confira a seleção de looks:

 

Fontes: WWD e British Vogue.