Olivier Rousteing, diretor criativo da Balmain, inspirou-se na escultura e cultura de Paris para criar sua coleção Primavera 2019.

“Eu amo o obelisco da Place de la Concorde, eu amo a pirâmide do Louvre. Viajo de Paris para o Egito, de certa forma. O que é francês tem origem e história e o que chamamos parisiense vem de outro lugar”, disse Rousteing.

Assim, ele criou formas esculturalmente drapeadas e retorcidas. Foram consultados vários arquitetos e artesãos para criar essas formas artísticas, tendo sido todas essas técnicas aplicadas à prata, jeans e bouclé.

Havia tops e vestidos feitos em pregas plissadas, tops e corpetes em metal e couro. Além disso, algumas peças tridimensionais que pareciam pedaços de mármore, dobraduras e vidro.

Da inspiração no Egito surgiram elementos como tecido parecendo gaze (múmias), estampas de esfinge e hieróglifo.  

 O estilista trouxe os ombros angulosos da década de 80 em jaquetas, blusas e vestidos

Confira a seleção de looks:

 

Fonte: British Vogue.