Foi a primeira vez que o pai de Alexander Wang assistiu a um de seus desfiles pessoalmente. “Foi um perfeito para ele assistir, porque a inspiração começou com minha mãe e meu pai viajando juntos”, disse o designer.

 Wang reuniu os pais, que são separados, e questionou-os sobre a história de imigrar para a América. “Como eu poderia nunca ter perguntado a eles sobre isso?”, comentou o estilista. Dessa vez, Wang resolveu abraçar suas raízes.

“Hoje marca um novo começo, uma nova identidade e um novo dia para a minha marca” estava escrito em cartões deixados em cada assento. Perdendo-se os nomes de temporadas, a coleção foi chamada de Coleção 1.

O desfile foi repleto de referências como bandanas de Axl Rose e estampas de bandana, camisas de futebol, vestidos feitos com camisas de futebol desconstruídas, equipamentos de motocross, vestimentas de couro tipo motoqueiro como shorts, jaquetas de couro, minissaias de pelmet com cintos largos com logo. Estampas de estrelas e listras e escritos “thank you” nas bolsas e “Chinatown” nas calças.

View this post on Instagram

The details of COLLECTION 1. #WANGUSA

A post shared by alexanderwang (@alexanderwangny) on

View this post on Instagram

The details of COLLECTION 1. #WANGUSA

A post shared by alexanderwang (@alexanderwangny) on

Além das referências norte americanas, havia máscaras cirúrgicas usadas na cultura asiática. Os tops de renda, espartilhos e malhas de correntes deram um toque sexy aos looks, enquanto camisas, calças largas de trilha, meias altas e botas, foram os elementos esportivos.

Foi lançado um novo tênis em parceria com a Adidas.

Confira nossa seleção de looks:

 

Fonte: Vogue Runway.