Spread the love

Anthony Vaccarello se inspirou na coleção russa de 1976 de Yves Saint Laurent para criar a Primavera 2020

O ponto de partida da Primavera 2020 foi a coleção que Yves Saint Laurent fez no século XX – sua Coleção Russa de 1976.  Além de ja ter afirmado amar a Russia e a cultura russa, a manifestação desse amor veio com a coleção de 1976, que foi em homenagem ao Ballets Russes de Diaghilev. Natasha Rostova e Anna Karenina, heroínas da literatura russa, também teriam inspirado-no. 

Primeiro apareceram os micro shorts, bermuda jeans, jaquetas sob medida, botas de cano longo. 

O glamour hippie da coleção de 1976 veio com lenços de cabeça lurex amarrados como turbante e lindos vestidos bordados e blusas de chiffon e saias plissadas de lamé. Foram pontos brilhantes no meio de uma coleção predominantemente preta. 

“Eu queria um verão pesado com bordados e cores pesadas. Verde escuro, dourado… eu queria dar outro aspecto ao verão”, declarou Vaccarello

Por fim, vieram os ternos. “Eu realmente queria prestar uma homenagem a Le Smoking e ao smoking. Para dizer: esta é a casa do smoking, se você precisar de um smoking, precisará ir a Saint Laurent“, afirmou Vaccarello. A modelo Naomi Campbell encerrou o desfile com um terno impecável repleto de lantejoulas pretas. 

Confira a seleção de looks: