Spread the love

Para a Primavera 2020 da Hermès, Nadége Vanhee-Cybulski se inspirou nos artesãos da Casa. 

 

Nadège Vanhee-Cybulski trouxe fundamentos das Hermès como os aventais usados pelos artesãos na sede da empresa em Pantin e sua tradição em selaria. Calças de couro verde musgo transformavam-se em casacos, depois veio um macacão marrom e calças e jaquetas de uniforme de trabalho. 

A coleção foi limpa e minimalista, sem muitas estampas. O que fazia a diferença era o corte das peças. 

Além disso, Vanhee-Cybulski desenvolveu uma malha fina, que apareceu em calças cargo semi-transparentes e implantado em uma túnica de brim cru sobre shorts. 

“Estou particularmente empolgada com isso – é couro apoiado em organdi”, disse, apontando para os retalhos retangulares colocados em grade em casacos e vestidos. 

Confira a seleção de looks: