Ontem, 23/8, ocorreu em Milão a 2ª edição do Green Carpet Fashion Awards, premiação organizada pela Camera Nazionale della Moda Italiana e pela Eco-Age, que funciona como “Oscar da moda sustentável”.  

A premiação é para criar a conscientização sobre a importância de roupas com materiais ecológicos.  

“Todo destinatário do La Scala está reimaginando e retrabalhando a cadeia de fornecimento para o futuro e reinvestindo no planeta e nas pessoas. O La Scala é a noite em que podemos ampliar soluções ousadas e brilhantes para crises ambientais e sociais. É uma noite para os que querem mudar o jogo!”, declarou a diretora de criação da Eco-Age, Livia Firth

Gilberto Calzolari levou o prêmio principal da noite com um vestido feito com sacos de café. Feitos no Brasil, os sacos de café foram comprados no mercado Navigli, em Milão, onde são vendidos para serem usados como barreiras para conter a inundação de canais. Confira o look:

São 13 prêmios e os vencedores recebem uma estatueta artesanal da Chopard

No tapete vermelho, a modelo brasileira Isabeli Fontana usou um vestido Missoni que foi criado com tecidos de amostras antigas da marca, com franjas coloridas costuradas. Já as roupas Versace de Cindy Crawford e Donatella Versace e o Miu Miu de Alison Brie, foram feitos com seda orgânica. O vestido Salvatore Ferragamo de Julianne Moore também foi feito com garrafas recicladas. 

Confira os looks:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Fontes: Eco-Age, Vogue Austrália e Zimbio.