“Eu vejo meu papel na moda como trazer a diversão”, disse o diretor criativo da Moschino, Jeremy Scott, numa tenda de circo com vendedores de algodão doce, tigres de pelúcia enjaulados, artistas de balões de animais e palhaços. “E o que poderia ser mais divertido do que um circo?”, completou.

O circo da Moschino foi montado em Los Angeles. O show começou com um look inspirado no mestre de cerimônia com tranças douradas e prometeu à plateia: “Você verá atos de glamour que desafiam a morte! Você verá miçangas e bordados nunca antes tentados num cenário como este.”

O estilista representou muito bem o palhaço, a domadora de leão, a trapezista com várias listras de lurex, jaquetas de motoqueiro de couro, estampa arlequim, calças e saias. Havia, ainda, lamé em tom de joia, smokings e alfaiataria com estampas multicoloridas, lantejoulas e estampas de zebra, tigre e leopardo.

Os acessórios combinavam muito com o tema como óculos escuros, guarda-sóis extravagantes, capas de seda e cartolas. Ao final do desfile, Scott acrescentou: “Eu estava esperando terminar o show sendo disparado de um canhão, mas demoraria oito meses de treinamento e eu não tive tempo.”

Sem dúvidas foi uma coleção muito divertida e colorida, além de conter várias tendências como meia com sapato, estampa animal, mix de estampas e correntes.

Confira nossa seleção de looks:

 

 

Fonte: Vogue Runway e Moschino.